5 dicas do que não fazer em apostas de futebol!

Certamente, você já deve ter conferido listas a respeito de sugestões do que fazer em apostas de futebol para ter bons retornos financeiros. Mas você sabe o que não fazer?

Tão importante quanto acertar as probabilidades das partidas, é se preparar devidamente a partir de premissas básicas que poderão te ajudar a evitar prejuízos financeiros e, até mesmo, emocionais. Bom, com este post, você pode aprender com os erros alheios e não repetir atitudes equivocadas.

Se interessou por saber o que você não deve fazer na hora de apostar? Então, confira o post com 5 dicas que preparamos para ajudar!

Dicas de apostas de futebol: o que não fazer?

Se você não quer perder dinheiro ou comprometer a sua banca de apostas, você precisa:

  1. Não se basear em comentaristas esportivos;

  2. Não apostar mais de 10% da sua banca, se estiver começando;

  3. Não concentrar suas apostas em um único campeonato;

  4. Não focar tanto em competições curtas;

  5. Não apostar só com o coração.

É imprescindível que você entenda que a aposta é uma prática que depende de inúmeras variáveis, por isso, cometer certos erros é normal e inerente ao exercício da atividade. Acontece, porém, que muitos deles vão custar seus investimentos e é plenamente possível se resguardar disso. Bora entender como?

Veja também: Como ganhar sempre nas apostas esportivas?

1. Não se baseie em comentaristas esportivos

Aos que desejam realmente lucrar com esse segmento é essencial adquirir visão tática e conhecimentos sólidos. Isso porque tomar como base apenas os comentários dos analistas esportivos é apostar a partir de um fundamento muito limitado e subjetivo, considerando que essas análises são sempre delimitadas pelo viés e pela experiência de quem está analisando, além de ter objetivo de cativar a audiência.

O ideal é que você construa o seu próprio repertório de embasamento para apostar e que isso seja arquitetado de forma ampla: estude sobre o funcionamento do futebol, acompanhe as partidas e crie o senso crítico.

Por isso, é válido ouvir o que os comentaristas esportivos estão dizendo a fim de entender uma nova visão, mas em hipótese alguma faça as suas apostas a partir do que eles estão dizendo apenas. Infelizmente, é comum presenciar apostadores fazendo suas projeções com respaldo apenas nesses comentários e tendo de lidar com prejuízos depois.

2. Não apostar mais de 10% da sua banca, se estiver começando

Se você está começando nesse universo de apostas, é importante ter cautela na hora de separar a quantia de investimento a ser feito. Assim, em regra, os apostadores iniciantes possuem uma banca baixa e é bom começar dessa forma para evitar prejuízos.

Daí, a relevância de não apostar mais de 10% da sua banca em uma única aposta. Separe as quantias em proporções menores que 10% e distribua os valores em apostar diferentes.

Trabalhemos com exemplos. Imagine que a sua banca inicial seja de R$ 40,00, a lógica da ideia é fazer um esquema semelhante a esse:

  • 10% da banca para a modalidade vitória/empate/vitória;

  • 5% da banca em palpites sem empate;

  • 8% da banca em ambas as equipes marcam;

  • 10% da banca em handicap;

  • 7% da banca em dupla chance.

Por falar em handicap, você conhece o handicap asiático? Acesse o link e confira o nosso conteúdo explicativo sobre o assunto!

3. Não concentrar suas apostas em um único campeonato

Seguindo o raciocínio anterior, no Brasil temos o Brasileirão, o Brasileirão da série B, a Copa do Brasil, a Libertadores, a Copa Sul-Americana e outros campeonatos. Ou seja, não faltam opções para variar as suas apostas.

Dizemos isso porque, assim como no mundo dos investimentos financeiros, é recomendado não investir em um único ativo, no mundo das apostas não é nada interessante concentrar suas apostas em um campeonato só.

O segredo é variar os palpites a fim de englobar o mais diversificado rol de apostas. Com isso, você consegue equilibrar os erros e os acertos, bem como as perdas e os ganhos.

4. Não focar tanto em competições curtas

As competições de futebol no Brasil têm períodos de duração diferentes, podendo ser nacionais, regionais ou, até, continentais.

A sacada aqui é não investir tanto nas que possuem duração mais curta, como nas regionais, por o tempo ser menor e, consequentemente, haver menor grau de previsibilidade, considerando que são as mais longas que possibilitam maiores oportunidades no decorrer das rodadas.

Aproveite e confira também: Como ganhar dinheiro apostando em jogos de futebol?

5. Não apostar só com o coração

Por fim, um dos fundamentos das apostas é: sem favoritismo, sempre aposte firmado na razão!

É natural se deixar levar pela afeição ou pela raiva do seu time na hora de apostar. Todavia, essa não é uma ação acertada. Se o seu time não está tendo uma atuação boa durante a temporada, não adianta fazer apostas altas e nem baixas nele.

O aspecto emocional pode influenciar as suas apostas e gerar prejuízos diversos se não for controlado. Por isso, evite se contaminar pelos sentimentos e haja pela ótica estratégica.

Esperamos que as dicas compiladas e explicadas possam te ajudar no momento de fazer as suas apostas e para continuar por dentro desse universo, confira os conteúdos da Palpites. Até a próxima!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *